RECENTES

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

"Sebastian" de Anne Bishop [Opinião Literária]

Título: Sebastian
Autora: Anne Bishop
Editora: Saída de Emergência
Coleção: Mundo Efémera (nº1)
Sinopse:
Bem-vindos a Efémera, onde a terra se altera em resposta aos mais profundos desejos e medos dos seus habitantes. Há muito tempo, Efémera foi dividida em inúmeras paisagens mágicas ligadas somente por pontes. Pontes que podem levar quem as atravessa para onde realmente pertence e não ao local onde pretende chegar. Numa dessas paisagens habitada por demónios e onde a noite impera, o meio-íncubo Sebastian delicia-se em prazeres obscuros. Contudo, aguarda-o um destino devastador. Uma aprendiza descuidada libertou um mal antigo que agora se agita - e o reino de Sebastian poderá ser o primeiro a sucumbir... Mas em sonhos, ela chama por ele: uma mulher que não deseja mais do que ser amada e sentir-se protegida - uma mulher pela qual ele anseia mas que sabe poder vir a destruí-la. Ela é Lynnea, e o seu improvável romance está no centro da batalha que se trava entre a luz e as trevas.
Opinião:
Anne Bishop, mestre da fantasia negra, cria mais uma vez um universo singular, no qual inicialmente possa ser difícil mergulhar. Neste sentido, a sua imaginação e originalidade são incontestáveis, mas também poderão afastar o leitor mais impaciente. Pois esta é uma estória com um ritmo lento no início mas que com persistência rapidamente se tornará viciante.
Como o título indica, o foco deste livro é Sebastian, uma personagem dividida entre aquilo que é e o que o seu coração deseja. A componente romântica nesta obra é realmente boa, mas não pude deixar de estabelecer comparações com a saga As Jóias Negras que eternizou esta autora. Na verdade, quando comparados com a relação entre Daemon e Jaenelle, Sebastian e Lynnea parecem um pouco pobres. Destaco, porém, Glorianna Belladonna, cujo dom é também a sua grande maldição. É uma personagem forte e complexa, que me conseguiu cativar.  
A escrita de Bishop continua distinta, repleta de sensualidade e humor negro. Apesar de não ser uma estória soberba, é uma excelente leitura para quem aprecia fantasia, embora não aconselhe comparações com a saga As Jóias Negras.

2 comentários:

  1. Também está na minha lista de leituras! Espero le-lo ainda no primeiro semestre deste ano :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem, vale a pena, acho que vais gostar :)

      Eliminar