RECENTES

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

A Thousand Frames: "Nómada"


 


Título: Nómada
Género: Ação/Aventura/Romance/Ficção Científica/Thriller
Realizador: Andrew Niccol
Adaptado de: Nómada de Stephenie Meyer
Estreia: 28 de Março de 2013
Elenco: Saoirse Ronan; Max Irons; Jake Abel; Diane Kruger



Para quem, como eu, associa o nome Stephenie Meyer à saga cinematográfica Twilight (da qual não sou grande apreciadora), aconselho vivamente a visualização deste filme. Apesar de acarretar alguns dos conceitos inerentes a essa saga, como um triângulo amoroso (que de certo modo poderá ser considerado um quadrado), Nómada traz-nos uma estória de amor numa perspetiva refrescante de ficção científica repleta de ação. 

Enredo:
A estória segue os contornos gerais da obra original, apresentando o nosso planeta invadido por seres alienígenas (Almas) que usurpam os corpos humanos numa tentativa de trazer paz e prosperidade à Terra. Uma humana – Melanie – é capturada e o seu corpo invadido pela Alma Wanderer, mas Melanie resistirá com todas as suas forças a ser dominada. Assistimos, pois, à luta interna entre ambas, assim como à luta entre um grupo de humanos sobreviventes e os seres que os pretendem capturar.

O enredo foi eficazmente reduzido em comparação com o livro, na medida em que conseguiram condensar as cenas mais importantes e dinâmicas, impedindo a monotonia que eventualmente senti durante a leitura do original. A ação é constante, a sucessão de eventos estimulante e bastante mais eficaz do que no próprio livro. 

Cenários & Efeitos especiais:
Relativamente aos efeitos especiais, não posso afirmar que sejam extraordinários ou inovadores mas cumprem o propósito. Os cenários, em particular o esconderijo subterrâneo dos humanos – corresponderam à minha imagem mental durante a leitura. Mesmo os efeitos nos olhos dos seres alienígenas estavam muito bem conseguidos e interessantes.

Elenco:
De um modo geral penso que todos os papéis foram bem entregues, mas Saoirse Ronan (Melanie/Wanda) merece um destaque especial ao interpretar com grande eficácia duas personagens tão distintas no mesmo corpo. Foi possível discernir a voz e personalidade de cada uma, sem que parecesse forçado ou irrealista.

Quanto aos protagonistas masculinos, ambos cumpriram o pretendido na perfeição. Tanto Max Irons (Jared) como Jake Abel (Ian) se adequavam visualmente à minha imagem das personagens portanto foi fácil criar uma empatia instantânea com ambos.
O único dissabor (ainda que pequeno) consistiu na prestação de Diane Kruger (Seeker). Apesar da sua prestação se coadunar perfeitamente com a personagem, criei expectativas demasiado altas e não consigo explicar concretamente o quê, mas esperava algo mais: mais malícia, mais determinação, mais impacto talvez…


Principais diferenças entre o filme e o livro:
Como já referi, existem algumas mudanças na sucessão dos acontecimentos e na ordem cronológica do enredo mas na minha perspetiva são alterações tão insignificantes no panorama geral da estória e tão benéficas para o ritmo do filme que não entrarei em detalhes. Outra mudança mais ligeira e também positiva está relacionada com a violência contra Wanda/Melanie. No livro são descritos alguns momentos em que Jared ou outros humanos agridem Wanda/Melanie, mas no filme encontra-se tudo muito diluído e menos gráfico. Mesmo o momento em que Jared atinge Wanda/Melanie na cara com uma pedra para se poder infiltrar no centro médico é alterado para que os ferimentos sejam auto-infligidos – uma mudança pequena mas significativa na minha opinião.
Contudo, senti a falta de algumas personagens cruciais do livro que nem sequer aparecem nesta adaptação: Walter, com a sua filosofia de vida e a sua relação com Wanda; Lily pelo impacto que a morte de Wes lhe provoca; e principalmente Luzinha pela complexidade que atribui à personagem de Kyle. Na verdade, quando os humanos sobreviventes conseguem finalmente separar com sucesso as Almas dos hospedeiros, Kyle captura a sua namorada Jodi que há 6 anos é dominada por uma Alma – Luzinha – numa tentativa de a trazer de volta. Porém, Jodi nunca regressa e Kyle aprende a lidar com Luzinha, iniciando uma relação com ela. Este desenlace traria maior profundidade à personagem de Kyle, que no filme é retratado como agressivo e hostil sem razão aparente. 

Esta adaptação surpreendeu-me bastante pela positiva, superando as minhas expectativas. Apesar de não ser totalmente fiel (e não creio que qualquer adaptação alguma vez seja), passa a mensagem da estória original com um ritmo mais intenso que o próprio livro. Em suma, não é um filme extraordinário mas é uma boa fonte de entretenimento.  
Balanço final: 7/10

Trailer:

12 comentários:

  1. Também senti falta de uma maior complexidade do Kyle e de uma maior agressividade em relação à Nómada quando esta chega à comunidade dos humanos sobreviventes. Achei muito soft a aceitação deles em relação à chegada de uma alma. Afinal era um inimigo, ainda que na forma de uma amiga, era um inimigo...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, essas foram as diferenças que me marcaram mais. Alguns aspetos da violência contra a Wanda/Melanie ainda bem que foram alterados (a parte em que o Jared lhe bate com a pedra O.o) mas outras pareceram muito soft como tu dizes...

      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Só vi 3 minutos do filme -.-'' irritou-me

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma pasmaceira o.O Muito lento e a protagonista é insonsa

      Eliminar
    2. Ahaha xD
      Leste o livro? Esse é que é só pasmaceira xD

      Eliminar
    3. Li! As primeiras 100 e picos eram mehhh mas depois gostei bastante :p

      Eliminar
  3. Tenho que ler o livro para poder ver o filme.. Ouço tantas opiniões diferentes tanto do livro como do filme que fico com aquela vontade de saber o que eu própria vou achar.. :D
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Experimenta, pode ser que gostes :) Não é dos meus favoritos mas surpreendeu-me porque não ia com expectativas muito altas :P

      Beijinhos*

      Eliminar
  4. Adorei o livro e fiquei bastante desiludida com o filme x) Acho que não conseguiram transmitir a tensão presente e as relações das personagens não foram desenvolvidas... Não gostei :P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh eu gostei mais do que o livro até xD Mas pronto, diferentes perspetivas :P

      Beijinhos*

      Eliminar